Caminhada da Acessibilidade atrai centenas de pessoas

0

Caminhada atraiu centenas de pessoas à Barão de Maruim (Fotos: Maria Odília)
Em todo o país o dia 21 de setembro é marcado pela luta em defesa dos direitos das Pessoas com Deficiência (PcD). Em Aracaju não é diferente. Na manhã desta terça-feira, 21, centenas de pessoas saíram às ruas para lembrar a causa através da “Caminhada da Superação”, que saiu da praça da Bandeira, passando pela avenida Barão de Maruim com destino à praça Olímpio Campos, no centro da capital.

Não apenas os cadeirantes, usuários de próteses motoras e deficientes visuais pedem  acessibilidade nas calçadas e nos prédios públicos, mas pessoas tidas como “comuns” também se engajaram nesta conscientização, que abrange também a educação, o emprego formal e o lazer. O ato serviu para abrir a programação da 4ª Semana da Acessibilidade, evento promovido pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência com o patrocínio do Instituto GBarbosa (IGB) e parceria de diversas entidades, que até o dia 24 vão discutir todas estas questões.

Evento foi finalizado com o plantio de mudas de pau-brasil
“A caminhada serve para que a gente possa chamar a atenção da sociedade para o que as pessoas com deficiência tem direito, para mostrar que elas são cidadãs como todos nós e que precisam ter espaço igualitário na escola, no mercado de trabalho, na cultura e no lazer. É muito importante que cada pessoa tenha a sua responsabilidade com a inclusão”, destacou a presidente do Conselho Municipal, Gorette Medeiros.

A banda marcial do colégio Vitória de Santa Maria embalou o percurso, assim como as crianças, jovens de todas as idades e também o grupo da melhor idade, entre eles a Fraternidade Josefina, do bairro Orlando Dantas, que era um dos mais animados. A coordenadora do grupo, Amélia Façanha, disse que dos mais de 80 frequentadores assíduos a maioria fez questão de se unir à caminhada.

“Mas a idade não deixa de ser uma espécie de deficiência, pois muitos, por não poderem caminhar muito, não puderam estar aqui e lamentaram por isso. Então essa é uma ação maravilhosa, que tem que se repetir mais vezes para a maior valorização da questão do acesso livre para todos nós”, opinou a coordenadora do grupo da 3ª idade.

A maior visibilidade dada a Pessoa com Deficiência é um dos objetivos da caminhada, segundo o coordenador do Instituo GBarbosa, Fábio Oliveira. “A inclusão das pessoas com deficiência é uma questão de ordem para a rede GBarbosa e para o Instituto GBarbosa, que se unem ao Conselho Municipal para fortalecer o acesso não apenas físico, mas no trabalho, na educação e em todos os direitos básicos dos cidadãos”, ressaltou Oliveira.

A secretária Municipal de Assistência Social, Rosária Rabelo, também caminhou e apoiou o ato. “A cada ano a sociedade vem tomando consciência da importância não apenas do evento, que acontece uma vez ao ano, mas da necessidade que as pessoas com deficiência tem de ter acesso as oportunidades e aos serviços que  a cidade oferece, então a Semasc se soma para que esta ideia seja cada vez mais forte”, informou.

A caminhada foi encerrada com o plantio de duas mudas de Pau Brasil na praça Olímpio Campos, marcando também a chegada da primavera. Mas a Semana da Acessibilidade está apenas no início. Até o dia 24 muitas palestras, debates, atividades lúdicas e esportivas trabalharão o tema.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais