Caminhão perde freio e invade canteiro de avenida

0

Carro perde freio e invade canteiro(Foto:Portal Infonet)
Um acidente por pouco não se transforma em uma tragédia na manhã deste sábado, 30, na avenida Saneamento, no bairro Luzia. Um caminhão que transportava blocos de tijolos perdeu o controle e  acabou subindo no canteiro, colidindo com um poste. Toda a carga tombou por cima de um carro de passeio.

De acordo com o motorista do caminhão, Ednaldo Jesus Oliveira, o caminhão que seguia no sentido Avenida Beira Mar, perdeu o freio. “Eu já tinha parado duas vezes no sinal da avenida Rio de Janeiro e ele tava funcionando normal. Quando fui parar nesse sinal tentei duas vezes e nada, então pensei em jogar para o canteiro para não bater nos carros que estavam parados”, explica

Ednaldo, motorista do caminhão, diz que tentou evitar colisão(Foto:Portal Infonet)
Ednaldo ainda relatou que no momento que jogou o caminhão para o acostamento, por pouco não atingiu o pedestre. “Na hora que joguei para o lado, estava passando um rapaz, mas por sorte ele conseguiu pular e sair da frente. Na hora só pensei em evitar uma coisa maior”, desabafa o motorista.

Já o condutor do veículo de passeio, modelo Pálio, Otílio Moraes, relatou que estava parado no sinal vermelho, quando foi surpreendido. “Estava parado no sinal, quando de uma hora para outra percebi o barulho vindio do fundo e os blocos a caindo por cima do carro, atingindo grande parte da lateral”, revela.

Dentro do carro de passeio estavam ainda os filhos de Otílio, entre eles, uma criança de apenas quatro anos de idade. “Meu medo foi de acontecer

Morotista do carro atingido temeu pela vida dos filhos
alguma coisa com meus filhos. A minha filhinha estava na cadeirinha bem do lado que foi atingido, mas graças a Deus não aconteceu nada demais”, conta aliviado.

O trânsito no local ficou lento e os proprietários dos dois veículos aguardaram a chegada da polícia de trânsito para registrar a ocorrências. O motorista do caminhão também esperou por um outro carro para retirar a carga e desobstruir o local.

Por Alcione Martins e Bruno Antunes


 

Comentários