Candidato é preso por falsidade ideológica e porte ilegal de armas

0

O candidato a deputado estadual Roberto Clotildes dos Santos (PGT) foi preso nesse sábado, dia 7, portando documentação falsa. O delegado João Aragão, da 8ª delegacia – onde o candidato esteve preso – informou à equipe do InfoNet Notícias que, além da documentação falsa – carteira da Polícia Civil – o candidato ainda portava uma arma de calibre 38. “Ele foi autuado em flagrante e vai responder criminalmente por falsidade ideológica, uso de documentos falsos e porte ilegal de armas”, diz o delegado. Por ser candidato nessas eleições, Roberto Clotildes dos Santos vai responder ao processo em liberdade, por determinação do juiz José dos Anjos. O candidato ao Governo do Estado, Nilo Metalúrgico, também do PGT, diz não ter conhecimento do ocorrido. “Em reunião hoje com os integrantes do partido, iremos discutir sobre o assunto, mas eu ainda não sei dar nenhuma informação quanto ao ocorrido”, diz Nilo Metalúrgico.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais