Caranguejo está disponível nos mercados

0

Cinco dias dos meses de janeiro, fevereiro e março são dedicados pelo Ibama ao defeso do caranguejo. Conhecido como “andada”, o defeso é a época de reprodução  do crustáceo. Nessa época estão proibidas as atividades de captura e a respectiva comercialização do crustáceo sem a aprovação do Ibama.

No mercado central Albano Franco os vendedores estão cientes da importância de ficar em dia com a documentação necessária para esse tipo de comércio. A vendedora Geni dos Santos diz que compra seu produto em Aracaju, e além de exibir sua documentação, conta o que é o defeso.

Segundo ela, é o acasalamento, ou melhor, o “carnaval dos caranguejos”. Ela ainda explica que no mês de janeiro o caranguejo namora, no mês de fevereiro reproduz, e em março aparecem os caranguejinhos. Já a vendedora Josefa Dantas diz que o defeso é o passeio do caranguejo, que dura três dias.

O defeso do caranguejo tem a finalidade de garantir a preservação da espécie em seu habitat natural e acontece em três períodos distintos durante o ano. O descumprimento dessa lei sujeitará penalidades. A multa para esse crime varia de R$ 100 a R$700, com o acréscimo de R$ 10 por quilo do produto apreendido.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais