Caravana Contra a Transposição chegará a Aracaju na sexta

0

Canions do São Francisco em Sergipe
A Caravana Nacional Contra a Transposição do Rio São Francisco estará em Aracaju nessa sexta-feira, 31. A manifestação é composta por doze pessoas entre técnicos especialistas, religiosos, jornalistas, integrantes dos movimentos sociais e do Comitê da Bacia do São Francisco. A caravana defende que se combata a seca no Nordeste por meio de adutoras, e não através da transposição das águas do São Francisco.

Na manhã da sexta-feira, os membros da caravana estarão na Universidade Federal de Sergipe realizando palestras e seminários para apresentar alternativas para solucionar o problema da seca. Na ocasião, serão distribuidos exemplares da revista ‘Transposição: águas da ilusão’, que aponta soluções para levar água do Rio ao Semi-Árido. Pela tarde a caravana fará atos no centro da capital sergipana e tentará uma audiência com o Governador Marcelo Déda.

Os manifestantes apontam prejuízos ambientais, econômicos e sociais que a transposição pode causar, além dos gastos financeiros que devem ser gerados. “As empreiteiras não têm escrúpulos, querem é ganhar dinheiro. Vai ter muita corrupção e desvio de dinheiro”, disse o coordenador da caravana, Apolo Heringer, à Agência Brasil na passagem do grupo em Brasília no último dia 20.

O Ministério da Integração Nacional alega que o projeto de transposição do Rio São Francisco deve beneficiar 12 milhões de pessoas. As obras da primeira fase começaram em junho e devem terminar em 2009.

Hoje, 28, a Caravana está em Recife, passará por mais quatro Estados e acabará a peregrinação no dia 1º de setembro em Maceió. Fazem parte da caravana o professor Apolo Heringer Lisboa, da Universidade Federal de Minas Gerais; Dr. Thomaz Mata Machado, presidente do Comitê de bacia hidrográfica do São Francisco de Minas Gerais; professora Yvonilde Dantas Bento Medeiros, da Universidade Federal da Bahia; Marcos Sabaru, representante do Povo Timgui-Botó de Alagoas; Ana Rúbia Torres de Carvalho, do Ministério Público de Pernambuco; Antônio Gomes dos Santos, Toinho Pescador, de Alagoas e Ludmila Lana, secretaria geral da jornada.

Veja o roteiro da caravana

20/08 – Belo Horizonte
21/08 – Rio de Janeiro
22/08 – Brasília
23/08 – São Paulo
24/08 – Natal
25/08 – Visita à barragem Engº. Armando Ribeiro Gonçalves (Açude Açu)
26/08 – Visita ao Açude Castanhão
27/08 – Fortaleza
28/08 – Recife
29/08 – João Pessoa
30/08 – Salvador
31/08 – Aracaju
01/09 – Maceió

 


 

Comentários