Caso Alan Pablo: Audiência acontece em Estância

0
Alan Pablo foi encontrado morto dia 29 de outubro (Foto: Arquivo Infonet)

Teve início nesta terça-feira, dia 25, uma audiência de instrução e julgamento inerente a morte do taxista Alan Pablo Gonçalves de Almeida, 29. A audiência ocorreu no Fórum de Estância e foi presidida pelo Juiz de Direito da Comarca de Estância, Doutor Marcel Maia Montalvão.

De acordo com Luana Lisboa, esposa da vítima, essa primeira audiência foi para discutir a participação do menor no crime. “Como o rapaz do menor não pode comparecer porque está no hospital com a cabeça enfaixada, foram ouvidos apenas eu, o delegado [André David] e a mãe do menor. O juiz quis confirmar o que eu tinha dito na delegacia”, diz.

Indagada quanto à audiência, Luana Lisboa afirma estar confiante na justiça.
“Tenho certeza que a justiça vai ser feita. O menor vai ser julgado separadamente, mas estou confiante”

Após a ouvida, ficou designada uma nova audiência a ser realizada no dia 29 de maio em Estância.

Morte

O corpo do taxista Alan Pablo Gonçalves de Almeida que estava desaparecido desde o dia 22 de outubro de 2013, foi encontrado no dia 25 de outubro do mesmo ano, no Povoado Abóbora, em Salgado. Segundo familiares, os suspeitos deram três tiros na cabeça e uma facada no pescoço do taxista.

José Luiz Souza Junior, de 22 anos, Thiago Rodrigo Santos Rodrigues e um adolescente de 17 anos são acusados de participação no crime que vitimou o taxista.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários