Caso Amélia Leite ainda sem investigação

0
Casa Amélia Leite: arrombamento e prejuízos (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Continua sem investigação o arrombamento da Casa Maternal Amélia Leite, localizada no bairro Suissa, que teve um prejuízo avaliado em algo em torno de R$ 15 mil. O caso está sob responsabilidade da 2ª Delegacia Metropolitana, mas os dirigentes da instituição estão sem respostas sobre os procedimentos que já deveriam ter sido adotados pela autoridade policial. “A gente liga para a Delegacia e ninguém nos diz nada”, reclama a assistente social Eleuza Santana Barreto, que compõe a equipe técnica da Casa Maternal.

A instituição dedicada à alfabetização de crianças foi arrombada em um final de semana, entre a noite da sexta-feira, 14, e o domingo, 16. Mas a direção só percebeu o crime na manhã da segunda-feira, 17, quando as aulas deveriam ser retomadas. As aulas foram suspensas, a instituição realizou campanhas para se erguer e a diretoria já confirmou o retorno das atividades para a próxima segunda-feira, 31.

Na campanha, a instituição conseguiu recompor a dispensa, onde estavam armazenados os produtos alimentícios destinados à merenda escolar. “Agora já temos os alimentos e teremos condições de retornar”, diz a assistente social. Os danos à sede, que teve portas e depósito de gás danificados, já estão sendo revistos e se encontra em fase de acabamento, segundo a assistente social.

SSP

Em nota enviada à redação do Portal Infonet, a assessoria de imprensa informou que o caso está sob a responsabilidade do delegado Luciano Cardoso e que as investigações estão em curso. Na nota, a assessoria relata que uma equipe de policiais e escrivães já fez os primeiros levantamentos no local.

A matéria foi atualizada às 11h26 para acrescentar informações enviadas pela SSP

Por Cássia Santana

Comentários