Caso enteado: Inquérito está na fase de conclusão

0
Acusados deixando a Delegacia Plantonista (Foto: Reprodução Portal Infonet)

Todas as testemunhas do caso envolvendo Ítalo Bruno Araújo Fonseca [enteado do secretário de Segurança Pública de Sergipe (SSP), João Eloy] acusado de tentativa de assalto a um taxista, juntamente com o amigo Eduardo Aragão de Almeida, já foram ouvidas pelo delegado de Turismo, Walter Simas. O inquérito está na fase de conclusão.

Nesta quinta-feira, 5, os dois acusados prestaram depoimento na Delegacia de Turismo, mas nada foi revelado pelo delegado. Tanto o taxista, quanto as testemunhas já foram ouvidas, inclusive uma delas via Internet, já que está fora do Estado de Sergipe.

Os dois acusados foram detidos por policiais militares no último dia 25 de maio, na Passarela do Caranguejo, após terem sido identificados pelas câmeras do Ciosp, como os suspeitos da tentativa de assalto em uma Amarok de cor branca. Na prisão, eles estavam com duas pistolas e um fuzil de uso exclusivo da polícia sergipana. Após terem sido levados à Delegacia Plantonista, foram liberados no mesmo dia sem que registrassem o flagrante.

O inquérito está sendo finalizado e a informação é de que passageiros do táxi, ouvidos pelo delegado negaram ter havido assalto, mas confirmaram toda a versão do taxista, dando conta de que os acusados estavam armados e fazendo abordagens se passando por policiais civis. Essa negativa de tentativa de assalto teria sido informada na Delegacia Plantonista, o que teria contribuído para a atitude do delegado Augusto César em não lavrar o flagrante.

O Portal Infonet tentou ouvir o delegado Walter Simas, mas não obteve êxito e continua a disposição pelo telefone 2106-8000 ou pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais