Caso Marley: julgamento ocorre em agosto

0

Marley deixou dois filhos gêmeos (Foto: arquivo pessoal)
O ex-aluno do curso de formação da Polícia Militar, Pablo Figueiredo Vasconcelos, vai a júri popular no dia 31 de agosto. Ele é acusado de matar a ex-esposa, Marley Dias Nascimento, 22 anos, no dia 13 de abril de 2007. Pablo se entregou à polícia dias depois do assassinato e até hoje permanece preso no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão.

O julgamento ocorrerá às 9h na 8° Vara Criminal. O advogado de defesa, Evânio Moura, acredita que o julgamento deve durar até a noite. “Quero crer que com a celeridade da Justiça, em um dia iremos resolver o caso”, explica. 

O advogado conta que entrou com vários pedidos de habeas corpus para que seu cliente respondesse em liberdade, mas todos foram negados. “Não vemos necessidade da prisão porque o julgamento não ocorreu”, afirma. Outra tentativa feita por Evânio foi de transferir o julgamento para a comarca de São Cristóvão. 

O pedido foi feito com base numa decisão favorável aos proprietários da residência onde ocorreu o crime, isentando-os do pagamento de IPTU ao município de Aracaju, já que aquela região é alvo de disputa com São Cristóvão.

Segundo Evânio, apesar da tentativa, talvez não haja tempo viável para o julgamento do pedido de transferência do júri. Ele explica ainda que tal decisão não mudaria o teor processo.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais