Cervejaria e cerveja sergipanas são eleitas melhores do Brasil

Fellipe Ferreira e André Felizola, proprietários da Cervejaria Uçá (Foto: divulgação)

A edição 2022 do campeonato internacional de cervejas Aro Rojo, realizado na cidade mexicana de Tampico, elegeu a Cervejaria sergipana Uçá como a melhor do Brasil. Além disso, a VALEIME, cerveja produzida pela Uçá, foi eleita como a melhor cerveja do Brasil, levando ainda a medalha de ouro na categoria Mix Fermentation Sour Beer. O Aro Rojo é um campeonato internacional para todas as cervejarias profissionais do México e, além disso, está aberto á participação de todos os outros países.

A esses três prêmios, somam-se outros cinco – nacionais e internacionais – conquistados pela cervejaria Uçá e suas cervejas. “Esses prêmios são o reconhecimento de um trabalho árduo e de dedicação de uma equipe qualificada”, disse André Felizola, sócio proprietário da Uçá.

Dentre os rótulos produzidos pela cervejaria sergipana, a cerveja VALEIME recebeu o título de a melhor do Brasil, levando ainda a medalha de ouro na categoria Mix Fermentation Sour Beer. “A Valeime foi avaliada por juízes renomados de diferentes países que julgaram a cerveja como a melhor da categoria dentre todas as concorrentes no estilo, além de julgada a melhor do país, dentre todas as cervejas brasileiras que concorreram no geral, englobando todas as categorias. Na súmula de avaliação do concurso foi destacada como cerveja excelente”, destacou Fellipe Ferreira, sócio da Uçá.

Em sua composição, a melhor cerveja do Brasil leva maltes holandeses, lúpulo alemão, melaço sergipano, tapioca da cidade de Lagarto e é envelhecida em barris de carvalho americano. “A VALEIME é uma cerveja extremamente complexa. Iniciamos sua fabricação como uma Belgian Strong Ale feita com melaço e tapioca, depois foi refermentada e envelhecida por seis meses em barris de carvalho americano e finalmente blendada com uma Belgian Dubbel fresca. Possui aroma de caramelo, baunilha e amadeirado com sabor maltado e acidez sutil. Trata-se de uma cerveja saborosa com diversas camadas e bastante equilibrada, indicada para um paladar treinado”, conta Felizola.

No total, a Uçá produz outros três tipos da bebida, todas com nomes comuns ao vocabulário sergipano – Goré, Presepada e Arre-égua -, e outras que são colocadas à venda sazonalmente – Pega pa capa, Vôti, Bença, Lapada, Gota Serena, Para raio, Fi du Canso e Cabueta. “ É Uma cerveja muito bem feita e com grande complexidade. O estilo base casa muito bem com a fermentação mista e a cerveja mostra todos os elementos de uma cerveja belga escuro forte com a acidez complexa e notas amadeiradas. Bem feito!!”, destacou Lucy Corne, um dos juízes da competição, da África do Sul.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais