CGE leva conscientização ambiental a Umbaúba

0

Palestra foi proferida pela presidente da comissão A3P, Wilma Machado (Foto: Ascom/CGE)

Incentivar uma gestão pública adequada à sustentabilidade e a busca de melhorias na qualidade de vida no ambiente do trabalho. Estes foram alguns dos objetivos da palestra que a Controladoria Geral do Estado (CGE) por meio da comissão da Agenda Ambiental da Administração Pública, a A3P, realizou durante toda a manhã desta quinta-feira, 2, no município de Umbaúba.

O encontro, realizado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente da cidade, através da prefeitura de Umbaúba, contou com a presença de gestores e servidores da Administração Pública local. As palestras foram proferidas pela presidente da comissão da A3P e servidora da CGE, Wilma Machado, e pela técnica de educação ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Patrícia Prado.

Sensibilização ambiental na CGE

Na oportunidade, além de terem sido prestadas orientações e medidas de implantação da A3P na rotina da gestão pública, também foram apresentadas as práticas desenvolvidas na Controladoria Geral do Estado a partir da adesão ao programa. De acordo com Wilma Machado, a inserção da A3P à realidade da CGE tem trazido benefícios significativos na rotina de trabalho do órgão.

“Desde 2007, as ações da A3P estão na Controladoria Geral do Estado. Realizamos periodicamente atividades que tem por objetivo principal a sensibilização dos nossos 60 servidores para um ambiente de trabalho que preze pela conservação dos bens públicos e recursos materiais”, diz a servidora durante a palestra.

A incorporação da consciência ambiental já vinha sendo definida no Planejamento Estratégico da CGE, sendo que em 2007, o órgão instituiu medidas para a implementação da A3P como um projeto experimental com a intenção de incutir os hábitos de preservação ambiental em toda a Administração Pública.

Wilma afirma que as ações de preservação do meio ambiente no âmbito da administração pública já resultam numa significativa economia de recursos públicos, além de contribuir para uma gestão pública mais sustentável e consciente.

Interesse pela A3P

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente de Umbaúba, Cláudia Ávila, o interesse pela implantação da A3P na cidade se deu pela necessidade de uma maneira diferente de lidar com problemas de gastos na água, energia, papel, copos descartáveis, dentre outros materiais utilizados nos setores da administração pública do município.

“Percebemos que com a A3P podemos chegar a um zelo maior com o patrimônio público, resultando assim nas boas práticas de economia e em mais investimentos nas medidas ambientalmente corretas. Parabéns a CGE pela disposição e iniciativa”, afirma a secretária.

A professora Ginalva da Cruz, presente na palestra, apontou que ideias equivocadas a respeito da conservação ambiental devem ser eliminadas. “Toda a prática que visa a qualidade de vida é sempre válida. As pessoas devem acabar com a noção de que preservar o meio ambiente é somente cuidar das florestas. Sem contar que todos os setores públicos devem pensar sobre essas questões”, diz.

Fonte: CGE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais