CGU quer erradicar irregularidades

0

A Controladoria Geral da União (CGU) vai colocar em prática para o ano de 2005 o projeto desenvolvido para orientar prefeitos e administradores municipais no controle dos gastos com dinheiro público federal. A meta do CGU é erradicar com as irregularidades, em alguns municípios de todo o Brasil.

 

Uma das irregularidades identificadas foi a compra de alimentos para a merenda escolar no município de Abaetetuba, no Pará, sem abertura de licitação, representando um gasto de R$ 485 mil em operações, quase a metade dos recursos repassados pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).


Segundo o subcontrolador geral da União, Jorge Hage Sobrinho, a situação é muito grave. “Não é apenas caso de despreparo dos administradores. São casos de fraude mesmo. Desvio, roubo do dinheiro público”, afirmou. Por causa dessa situação, a CGU resolveu implementar nessas fiscalizações uma segunda linha de atuação, que o subcontrolador chama de “orientadora”. Serão dados cursos e seminários em parceria com o Tribunal de Contas da União, com orientações gerais para agentes públicos municipais de diversos níveis.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais