Chacina em Neópolis deixa quatro mortos

0
Polícia Civil já iniciou investigações da chacina (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Um atentado deixou um saldo de quatro mortos em Neópolis. O crime aconteceu na noite do sábado, 16, e a última vítima atingida por tiros, uma jovem de 20 anos que estava grávida, morreu no domingo, 17. As três outras vítimas morreram no local do crime, a casa de número 102, da rua C do Bairro Cohab III, que foi invadida por cinco homens armados e encapuzados, conforme os primeiros levantamentos realizados pela polícia.

De acordo com a polícia, cinco homens armados e encapuzados invadiram a residência e já chegaram disparando os tiros. O alvo seria Willamis de Jesus Santos, 23, que seria ex-presidiário acusado de envolvimento com o tráfico de drogas. A polícia civil já instaurou inquérito policial para investigar a chacina e, com base nos primeiros levantamentos, acredita-se que haja ligação com o tráfico de drogas.

De acordo com os primeiros levantamentos realizados pela equipe policial, Willamis é companheiro da jovem Carla Ingrid Santos, 20, que estava gestante, a última a morrer no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Atingida, Carla Ingrid foi socorrida e recebeu os primeiros atendimentos no Hospital de Neópolis, mas como se tratava de um caso de alta complexidade, ela foi transferida para o Huse, onde faleceu no domingo, 17, conforme as primeiras informações levantadas pela SSP.

De acordo com a assessoria de imprensa da SSP, Willamis era irmão de Manuela Vieira Dantas, 28, que se encontrava na casa e morreu no local do crime. O adolescente Rodrigo Silva de Jesus, 17, que também morreu no local, não tem grau de parentesco com as outras vítimas, mas estava naquela casa no momento do crime. Há suspeita, conforme a SSP, que ele seria usuário de drogas.

Por Cássia Santana

Comentários