Chuvas: Defesa Civil monitora novos pontos em Japaratuba e Rosário

0
Equipes da Defesa Civil estiveram em Japaratuba e Rosário do Catete (Foto: ASN)

Equipes do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) estão, neste momento, nos municípios de Rosário do Catete e Japaratuba, ambos no Leste sergipano, em vistorias nos pontos afetados pelas chuvas desta sexta-feira, 12, nas duas localidades.

O sargento do Depec, Alex de Carvalho, relatou que, em Rosário do Catete, residências apresentaram rachaduras com riscos de desabamento, após deslizamento de encosta, e os moradores precisaram ser retirados do local. “Fizemos a análise dos locais atingidos e orientamos a imediata retirada dos moradores dos pontos mais críticos”, disse.

O secretário de Ordem Pública do Município, José Marcos Batista, explicou que o trabalho tem sido feito em força tarefa reunindo todas as secretarias no sentido de disponibilizar veículos e suporte e transporte para as famílias. “A princípio estamos encaminhando os moradores para um setor do prédio da Assistência Social, mas, paralelo a isso, está sendo realizado um trabalho de acordo com o Decreto de Emergência do Município que vai viabilizar que essas famílias sejam relocadas em residências”, informou.

A Defesa Civil continua monitorando áreas de risco (Foto: ASN)

Já em Japaratuba, um novo deslizamento afetou residências em três localidades conhecidas como Barragem, Conjunto Folha Verde e Pé da Ladeira. Até o momento, segundo o sargento do Depec, Alex de Carvalho, 14 residências foram interditas. “Em uma das ruas, a área afetada pelo deslizamento tem cerca de 30 metros de comprimento, 5 de largura e 12 de profundidade. Em outro ponto do município, houve colapso do sistema de drenagem aliado à infiltração do solo em decorrência das fortes chuvas”, detalhou.

A Defesa Civil Estadual segue atuando na resposta aos efeitos das chuvas, em parceria com as coordenadorias municipais de Defesa Civil em todos os pontos do Estado, e pede a colaboração da população. Emergências podem ser informadas pelo número 199 na capital e, no interior, também pelo 193.

Fonte: ASN

Comentários