Chuvas deixam famílias desabrigadas em Telha

0

Bares da prainha continuam alagados/Fotos: Arquivo Infonet
A situação no município de Telha já é de calamidade pública por conta das fortes chuvas seguidas de ventanias registradas por toda a noite desta quarta-feira, 27, e madrugada desta quinta, 28.  O prefeito Éris de Melo se reuniu com assessores e elaborou um relatório já enviado à Coordenadoria da Defesa Civil, para em seguida decretar estado de emergência no município.

De acordo com o secretário de Turismo de Telha, Mário César Andrade Dias, nunca choveu tanto no município.  “A chuva aqui em Telha foi muito forte. Em várias casas, o volume de água ultrapassou meio metro de altura, o que desabrigou dezenas de famílias. O prefeito alugou as casas vazias na cidade para alojar as pessoas, tendo abrigado até mesmo uma família na casa dele”, informa.

Prefeito Éris de Melo alugou casas para abrigar famílias
Perímetros irrigados

O secretário disse ainda que a maior preocupação agora é com os perímetros irrigados de arroz na região.  “Está tudo alagado e caso continue chovendo em Telha, os prejuízos serão incalculáveis nos perímetros de irrigação. Podemos perder todos os projetos irrigados”, lamenta Mário César, acrescentando não ter ainda como calcular os prejuízos em Telha.

Bares da Orlinha

Como acontece em períodos chuvosos, os bares da Prainha de Telha estão quase que totalmente alagados.  Os comerciantes afirmam que os prejuízos são enormes e que a esperança é de que as chuvas possam dar uma trégua nos próximos dias. “Os bares da prainha estão debaixo d’água e acredito que nesta sexta-feira, equipes da Defesa Civil deverão estar chegando aqui no município para avaliar a situação”, acredita o secretário Mário César.

Por Aldaci de Souza

Comentários