Cinegrafista Dedé Simões morre aos 39 anos vítima da Covid-19

0
O sepultamento está previsto para às 11h desta quarta no cemitério Colina da Saudade, em Aracaju (Foto: rede social)

O repórter cinematográfico Jadson Simões, conhecido carinhosamente como Dedé Simões, morreu aos 39 anos nesta terça-feira, 2, em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus (Covid-19). Dedé estava internado na UTI de um hospital do município de Lagarto. O sepultamento está previsto para às 11h desta quarta-feira, dia 3, no cemitério Colina da Saudade, em Aracaju.

Em nota conjunta, o Sindicato dos Jornalistas de Sergipe (Sindijor/SE) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) desatacaram o “profissional de indiscutível qualidade funcional, defensor da democracia e da liberdade de imprensa, bem como dono de um carisma ímpar”, diz a nota. “A Covid-19 infelizmente cala uma categoria, uma família e uma legião de amigos”, acrescenta.

As entidades escreveram ainda que emitem os mais sinceros votos de pesar, sobretudo, aos familiares que acabam de perder uma pessoa incrível. “Por mais que tenhamos a prática diária em escrever centenas de milhares de palavras, neste momento faltam-nos vocabulário que possa expressar tamanha consternação”, salienta.

Dedé deixa esposa e dois filhos.

por João Paulo Schneider 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais