Cinelândia: palanque do Surf é desmontado após problemas na estrutura

0
O palanque foi desmontado no início desta semana (Foto: Redes sociais)

O Palanque do Surf, localizado na praia da Cinelândia, zona sul de Aracaju, foi desmontado no início desta semana pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb)  após decisão tomada em conjunto com a Federação Sergipana de Surfe. As fotos da ação tem circulado nas redes sociais e o presidente da Federação esclareceu que o motivo do desmonte é que a estrutura estava com risco de cair e provocar algum acidente.

O palanque foi reinaugurado em 2010 (Foto: ASN)

De acordo com o presidente da Federação Sergipana de Surfe, Saulo Moraes, houve uma convocação por parte da Emsurb para alertar à Federação sobre o risco de queda da estrutura. A situação foi constatada após uma inspeção realizada pelo órgão. Na reunião, foram apresentadas opções do que poderia ser feito para solucionar a situação. “Eles nos deram a opção de deixar o palanque como está, mas aí, se houvesse algum acidente, a Federação que seria responsabilizada. Também nos deram a opção de retirar o palanque e recorrermos à Secretaria de Esporte de Aracaju para ver o que poderia ser feito a respeito”, explica.

Como a Federação não tinha recursos para realizar o desmonte do palanque de forma regular, conforme o próprio presidente, a Emsurb se responsabilizou pela remoção da estrutura.

Saulo Moraes acrescentou que em reunião com a Secretaria de Esporte de Aracaju, ficou acordada uma parceria entre a Prefeitura e a Federação para a construção de um novo palanque na praia, onde está acontecendo a obra da nova orla da Aruana. “A gente vai tentar entrar em um acordo para construir um novo palanque. Enquanto isso não acontece, a prefeitura vai nos ceder um palanque provisório, som, água e outros materiais para a realização de nossos eventos”, afirma.

O Palanque do Surf era localizado inicialmente em frente ao Sesc, porém, com o afastamento do mar, a visão de quem acompanhava os campeonatos de surfe era prejudicada. No ano de 2010, uma obra foi realizada com o objetivo de remover o antigo palanque e construir um novo mais próximo ao mar, porém, com a falta de realização de campeonatos de surfe e também com a ação do tempo, a estrutura ficou danificada. “O palanque era um bem público nosso, só que agora a gente vai conquistar um outro palanque e realizar nossos campeonatos. Estamos no caminho para fecharmos um circuito e termos um campeão sergipano”, completa.

Por Isabella Vieira e Verlane Estácio

Comentários