Ciosp atende 3,4 mil casos de desobediência e aglomeração de pessoas

0
Pelo menos 1.300 pessoas foram identificadas pela PM e responderão na Justiça pelo crime de desobediência (Foto: SSP/SE)

O número de ocorrências registradas pelos atendentes do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no início da manhã da terça-feira, 24, já chega a 3.449 ocorrências. Vinculado à Secretaria da Segurança Pública (SSP), o Ciosp já identificou 1.349 pessoas que deverão responder na Justiça por descumprir o que determina o decreto de lei que manda fechar estabelecimentos comerciais, a exemplo de bares e restaurantes.

Pela primeira vez em quase 12 anos, quando foi inaugurado, o Ciosp registra mais casos de desobediência que o de perturbação de sossego. Aliás, a maioria dos casos de perturbação de sossego infringem o que está estabelecido em decreto, pois há uma grande aglomeração de pessoas, em muitos casos em locais abertos.
Segundo o tenente-coronel Eduardo Brandão, diretor do Ciosp, os números aumentaram consideravelmente desde a primeira parcial divulgada no final da tarde do sábado, 21. No segunda-feira e hoje, a Polícia Militar continua recebendo diversos chamados em decorrência de pessoas que insistem em abrir estabelecimentos comerciais ou que se aglomeram em locais públicos.
Fonte: SSP/SE
Comentários