Cocaína: polícia apresenta acusados de tráfico

0

Carioca e paulista foram apresentados na Acadepol

A polícia apresentou na manhã desta segunda-feira, 8,  no auditório da Acadepol, o advogado paulista José Rosano do Amaral, 52 anos, e o carioca Aloisio Gomes dos Santos, 48 anos.  Os dois foram presos na última sexta-feira, 5, quando da apreensão por parte das polícias civil, militar e federal, de 125 quilos de cocaína que estavam sendo transportados em um barco no rio Vaza Barris.

A polícia trabalha com a hipótese de que o boliviano Hard Gomes Vaca, da cidade de Santa Cruz, estaria à espera da droga. Ele deu entrada no Brasil em 11 de dezembro do ano passado. Suspeita-se ainda do envolvimento de um argentino e um brasileiro, o que fecharia um total de cinco pessoas envolvidas com o tráfico da droga.

De acordo com o comandante da Companhia de Rádio Patrulha, capitão Vítor Anderson, acredita-se que o boliviano seja natural da cidade de Santa Cruz. “Isso porque todos os lotes de cocaína de um quilo estão prensados com uma cruz.  Se o boliviano não é o proprietário, pode ser o gerente”, ressalta.

Um deles teria ligação com o PCC
Ele disse ainda que foi encontrada uma bandeira da Argentina no apartamento alugado por Aloisio na Atalaia. “Supõe-se que um argentino também esteja envolvido no tráfico, além de um brasileiro, o que nos faz chegar à conclusão de que já são cinco os envolvidos. Dois estão presos e três foragidos”, conta capitão Vítor Anderson.

PCC

Indagado sobre a possibilidade de um dos envolvidos ser integrante do chamado Primeiro Comando da Capital, o titular do Departamento de Narcóticos (Denarc), o delegado Flávio Albuquerque, afirmou que “um dos presos possui uma tatuagem característica de integrante do PCC”.

Boliviano

Droga e dinheiro apreendidos na operação policial
O boliviano continua foragido, mas segundo Flávio Albuquerque, será difícil a locomoção. “Será muito difícil para ele se locomover pela vias normais e com certeza terá dificuldade para sair do país”, acredita.

Apreensão

Inicialmente foram apreendidos 21 quilos de cocaína, transportados em um barco, o Milagre, de propriedade de Aloisio Gomes, o carioca, que informou estar levando a droga para a cidade de Salvador (Bahia). Além dos dois presos, foram apreendidos R$ 10.449, um veículo Pegeut 307, placa LOV 4642, uma pick-up Placa DIN 6388 e uma pequena embarcação.

A polícia ficou sabendo de um acidente com um barco no rio Vaza Barris e que operários encontraram uma sacola com cocaína, tendo iniciado as diligências que acabaram na maior apreensão de cocaína do Estado de Sergipe.

Após novas denúncias, a polícia conseguiu apreender mais drogas encontradas por um pescador. Ao todo, policiais civis e militares, apreenderam 45 quilos da droga e a Polícia Federal 80 quilos.

Comentários