Codevasf licitará projetos para gestão de resíduos

0
Codevasf licitará projetos para gestão de resíduos em 11 municípios de SE (Foto: divulgação)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) vai licitar, no segundo semestre de 2013, projetos básicos para gestão de resíduos sólidos em 11 municípios sergipanos do Baixo São Francisco. A ação foi definida durante a reunião do Consórcio Público de Saneamento Básico do Baixo São Francisco Sergipano, realizada na sede da Codevasf em Aracaju nos dias 28 e 29 de maio. A meta do consórcio público é desativar os 28 lixões existentes na região e construir aterros sanitários.

Os termos de referência que irão embasar a licitação devem ser concluídos dentro de 15 dias. O encontro para debater a criação de um sistema integrado de coleta e tratamento de lixo que atenda aos 28 municípios do Baixo São Francisco contou com a participação de representantes do consórcio público, da Codevasf, do Ministério do Meio Ambiente, da Secretaria de Estado do Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS).

Para o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Paulo Viana, a construção de aterros sanitários na região é um passo importante para a revitalização do rio São Francisco e das áreas ribeirinhas. “Estamos trabalhando em sintonia com a Semarh e com a Adema (Administração Estadual do Meio Ambiente) para darmos o máximo de celeridade a essa ação, que significa uma grande contribuição para o aumento da qualidade de vida da população do Baixo São Francisco”, afirma o superintendente.

Criado em dezembro de 2011, o Consórcio Público de Saneamento Básico do Baixo São Francisco atende a determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Com a criação do consórcio, os municípios do Baixo São Francisco receberão equipamentos para gestão de resíduos sólidos como aterros sanitários, centrais de resíduos, unidades de triagem e pontos de entrega voluntária. Futuramente, áreas que abrigam 28 lixões a céu aberto na região passarão por processo de recuperação ambiental.

Até o final deste ano, a Codevasf deverá investir em sua área de atuação cerca de R$ 8,3 milhões em instalação de aterros sanitários, elaboração de projetos para manejo e disposição adequada de resíduos, encerramento de lixões e aquisição de equipamentos para operação de aterros. Serão beneficiados 108 municípios nos estados de Alagoas, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Maranhão. Essas ações são financiadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Fonte: Codevasf

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais