Com foco na conscientização, a Semana do Trânsito inicia nesta sexta

0
O objetivo é conscientizar condutores, pedestres e ciclistas sobre os perigos no trânsito (Foto: Ascom/SMTT)

Com o tema “Perceba o risco, proteja a vida”, a tradicional Semana Nacional do Trânsito (SNT) começa oficialmente nesta sexta-feira, 18. Segundo a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a primeira atividade foi realizada na avenida Euclides Figueiredo, por volta das 6h30. O objetivo foi conscientizar condutores, pedestres e ciclistas sobre os perigos no trânsito.

De acordo com o Superintendente da SMTT, Renato Telles, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as ações deste ano estarão limitadas a abordagem dos agentes da entidade nas principais avenidas da capital. “As palestras e eventos não irão acontecer. Mas estaremos conscientizando condutores, pedestres e ciclistas sobre a importância de se respeitar as leis de trânsito para preservar a vida”, salienta.

Telles informa ainda que de janeiro a agosto deste ano houve uma redução de 35% no número de acidentes de trânsito em Aracaju. Contudo, na sua visão, esse percentual poderia ser maior. “Nesse período houve também uma redução no número de veículos nas avenidas. Assim, achamos que essa redução poderia ser maior. Mas de qualquer modo são números significativos, que precisam ser comemorados”, salienta.

ONU
A realização da SNT 2020 coincide com o fim da Década de Ações pelo Trânsito Seguro, proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), na qual os governos dos diferentes países se comprometeram a tomar medidas para prevenir os acidentes, que matam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano.

Em 2020, a campanha brasileira tem foco na preservação de vidas, por meio de ações de conscientização voltadas para educação, engenharia e fiscalização de trânsito, seguindo as recomendações do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.

Como os acidentes no trânsito constituem uma das maiores causas de mortes no mundo, a meta da semana é conscientizar a população sobre a importância da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de todos e, por isso, deve perceber os riscos e proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor.

por João Paulo Schneider

Com informações da Agência Brasil 

Comentários