Comando da PM abre novo canal de negociação

0

Sede do Quartel da PM
A reunião entre representantes da Comissão Parlamentar de Negociação e o comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Carlos Pedroso no início da tarde desta terça-feira, 2, abriu uma esperança entre os policiais militares que lutam por isonomia salarial com os policiais civis, valorização, nível superior para ingresso na PM e carga horária definida, além do fim das perseguições.

O encontro aconteceu no Quartel Geral da Polícia Militar e segundo o deputado Venâncio Fonseca (PPS), foi uma reunião proveitosa. “Como disse o comandante da PM, coronel Carlos Pedroso, é uma nova etapa que se abre de diálogo, pois estava havendo um impasse. O comandante ficou de conversar com os secretários de Estado da Fazenda, João Andrade e da Administração, Jorge Alberto para ver se encontram uma solução para a situação”, ressalta.

 

Coronel Pedroso tentará negociar com secretários
Todos os integrantes da Comissão Parlamentar (deputados Venâncio Fonseca, Ana Lúcia Menezes, Garibaldi Mendonça, Augusto Bezerra e Mardoqueu Bodano). “Vamos aguardar o resultado da reunião entre coronel Pedroso e os secretários, pois se o governo abriu um canal de negociações com os professores, com os defensores e agentes, por que não fazer o mesmo com os policiais militares?”, indaga Venâncio Fonseca.

Somação de esforços

O assessor de Comunicação Social da Polícia Militar de Sergipe, coronel Magno Ornelas afirmou ao final da reunião que haverá uma somação de esforços entre a comissão de deputados e o coronel Pedroso em torno das negociações dos militares. 

 

Venâncio Fonseca: “Nova etapa de diálogo”
“O comando da Polícia Militar de Sergipe está iniciando uma nova negociação com essa somação de esforços. Os representantes das associações foram sensíveis e procuraram o comandante da PM para discutir as reivindicações da categoria. Está começando um novo processo de negociação”, destaca coronel Ornelas acrescentando que ainda esta semana, o comandante deverá discutir a situação com os secretários da Fazenda e da Administração.

Nasce uma esperança

Sargento Vieira: “Confiamos, mas estamos fiscalizando”
Para o sargento Jorge Vieira, representante das Associações Unidas, a categoria está confiante na comissão de parlamentares e no comandante da PM, para que haja uma solução para o impasse.  “Realmente existe uma esperança de que a nossa luta pela isonomia salarial com a SSP, carga horária definida,  nível superior e fim das perseguições, iniciada no final de janeiro deste ano, obtenha sucesso. Eles precisam entender que o que está em jogo é a segurança pública de Sergipe”, enfatiza.

“Nós confiamos, mas estamos fiscalizando. O discurso do Governo é de que nós das Associações Unidas somos o entrave, então agora que as negociações estão por conta dos deputados e do coronel Pedroso, vamos ver se conseguimos ver nossas reivindicações atendidas”, espera sargento Vieira.

Por Aldaci de Souza

Comentários