Comerciantes querem mais programações culturais nos mercados

0

Os comerciantes dos Mercados Thales Ferraz e Albano Franco reclamam da falta de programação cultural para atrair os compradores. Segundo eles, o comércio está bastante prejudicado e falta incentivo do poder público na área cultural para conquistar mais público. Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes – Funcaju -, Lealdo Feitosa, esta solicitação é uma “injustiça”, visto que, segundo ele, a Prefeitura vem investindo muito na cultura naquele local. “Nós transferimos para á área dos mercados as festas de Carnaval e São João. Criamos o ´Mercado Popular Brasileiro´, o I Festival de Folclore no Mercado, dentre outras atividades, além dos eventos que estaremos realizando nessa época natalina”, diz Lealdo Feitosa, mostrando-se contrário à opinião dos comerciantes que ressaltam que os eventos não devem marcar apenas as festas grandes. Segundo os feirantes do local, a Prefeitura deve disponibilizar diariamente um calendário cultural para que os comerciantes possam agradar mais aos clientes. Diante desse questionamento, Lealdo Feitosa diz que é praticamente impossível manter esse tipo de programação, visto que a Pefeitura, através da Funcaju, tem também outras áreas da cidade para atender culturalmente.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais