Comércio da 13 de Julho vive tragédia

0

O comércio na praia 13 de julho cresce a olhos vistos. Ao redor do Hipermercado G. Barbosa existem dezenas, talvez mais de uma centenas de casas de comércio variado, mas, principalmente, boutiques. Bem freqüentadas, diga-se de passagem, pela classe média alta, até porque os preços por lá não são muito baratos. É também uma área muito procurada por ladrões e marginais. Várias dessas boutiques têm histórias de assaltos a contar.

Ontem, uma dessas histórias virou tragédia. Um marginal assaltou um Ponto Banese mas foi visto pelo sr. José Carlos Araújo, motorista da ex-primeira dama do Estado Maria Virgínia Leite Franco. 
Ele tentou uma manobra rápida para prender o marginal. Chegou até mesmo a imobilizá-lo. Já deitado no chão, o marginal sacou de um revólver e disparou dois tiros em José Carlos Araújo. Ambos o atingiram no peito.

José Carlos tombou no próprio carro, enquanto o marginal fugia, em direção a Biblioteca Pública, em cuja área conseguiu roubar uma bicicleta e se mandar para local desconhecido. Naturalmente, esses acontecimentos chamaram a atenção popular: muita gente foi ao local para prantear o cidadão morto.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais