Comércio ilegal de CDs e DVDs piratas no Estado será melhor combatido

0

Audiência no MPU define melhor estratégia no combate à pirataria
A intensificação no combate à falsificação de CDs e DVDs em Sergipe foi motivo de uma audiência pública entre a Promotora de Justiça, Euza Missano, representantes da Polícia Militar, da Emsurb e membros da Associação de Proprietários de Vídeo-Locadoras na manhã desta quinta-feira, 28, no Ministério Público. Donos de locadoras do interior do Estado estavam presentes e solicitaram que o combate também seja intensificado fora da capital.

 

Na reunião foram discutidas ações para coibir esse tipo de comércio ilegal. A implantação de uma política de comando seria positiva ao combate à pirataria, de acordo com a promotora Euza Missano. “Não adianta apreender o material e não deter a pessoa que está vendendo, porque amanhã ou depois ela volta ou simplesmente procura outro ponto”, afirmou. A promotora ainda ressalta a importância de maiores vistorias em pontos de freqüente comercialização de produtos falsificados. “Operações macro para vasculhar feiras livres por exemplo, com uma freqüência de duas em duas semanas, para inibir a venda”, falou.

 

Ao término da audiência, ficou firmado que a Associação dos Proprietários de Vídeo-Locadoras irá orientar a categoria a não comercializar produtos falsificados em seu estabelecimentos e incentivar consumidores a não comprar esse tipo de produto e denunciar à polícia possíveis focos de venda. O presidente da associação, Jorge Luiz, achou a decisão satisfatória, já que houve comprometimento também da Policia Militar e da Emsurb em intensificar o combate à ilegalidade que chega a causar 90% de prejuízo a donos de locadoras de vídeo e DVD.

 

Por Glauco Vinícius e Carla Sousa

 

Comentários