“Comida na Mesa” é lançado na Barra dos Coqueiros

0

O programa  “Comida na Mesa” foi lançado na Barra dos Coqueiros (Fotos: Portal Infonet)

Ana Ruth quer que o programa continue acontecendo

Meire foi com as netas receber o auxílio

O recebimento do auxílio criou grandes filas na quadra Capitão Juca

Na foto, estão a secretária Eliana Martins e a coordenadora do projeto Josivânia Conceição

Na tarde desta sexta-feira, 19, milhares de famílias do município Barra dos Coqueiros estiveram presentes no lançamento do programa social “Comida na Mesa”, que aconteceu na quadra de esportes Capitão Juca. O programa visa prestar auxílio alimentício e de capacitação às famílias necessitadas no município da Barra dos Coqueiros. O programa é de iniciativa da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Assistência Social.

Nesta sexta-feira, os participantes levaram seus documentos para o recebimento do benefício. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, o “Comida na Mesa” pretende atender inicialmente aproximadamente 1.800 famílias carentes, com previsão de ampliação para 3.000.

A população local ressaltaa necessida do projeto. A pescadora e artesã Ana Ruth é uma das pessoas que a continuidade do programa continue. “O que a gente quer é que continue, porque realmente ajuda”, disse a pescadora.

“Estou muito satisfeita com a volta dessa ajuda. A gente precisa e quer que continue. Não podem tirar isso de nós”, contou a artesã Meire Santos.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Eliana Martins, o “Comida na Mesa” abrange todo o município da Barra dos Coqueiros, contemplando 1.400 famílias foram contempladas pelo programa.

“Nosso alvo são as famílias que vivem na vulnerabilidade. E não é só com suplemento alimentar, a gente tem também a oferta de palestras e capacitações profissionais dentro das comunidades da zona rural e urbana”, disse a secretária. “A capacitação profissional é o nosso objeto. Não só dar a cesta básica, mas capacitar as famílias para que elas adquiram o seu meio de vida”, completou.

Josivânia Conceição é assistente social e coordenadora do programa. Ela fala que a iniciativa tem boa receptividade da população. “É um programa já conhecido, não é um programa novo. Ele teve início em 2006, com o outro mandato do prefeito. E as pessoas realmente gostaram do retorno”, disse a coordenadora.

Por Helena Sader e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais