Comitê registra entrega de 58 armas e 87 munições

0

Armas e munições são entregues pela população (Fotos: Portal Infonet)

O Comitê do Desarmamento em Sergipe recebeu 58 armas e 87 munições neste ano. O número é menor do que o registrado em 2013, no qual foram entregues cerca de 100 armamentos. E em três anos, foram recolhidos 842, em uma campanha que envolve também a conscientização em escolas públicas do estado.

De acordo com o coordenador do Comitê do Desarmamento, Fábio Costa, houve um número baixo de armas entregues, mas o foco em 2014 foi de realizar um trabalho de prevenção e conscientização nas instituições de ensino. “Nesse ano o diferencial foi o aumento de entrega de munições”, informa, acrescentando que, a cada dois dias, o comitê recebia, em média, uma arma.

Unidade móvel

Para o próximo ano, o Comitê planeja atuar com uma unidade móvel e com um novo veículo, entregue nesta quinta-feira, 18. Ambos vão contribuir com a campanha do desarmamento. “Vamos atuar com essa base móvel em 22 escolas estaduais, e esse carro novo vai nos ajudar no acesso a áreas mais remotas”, explica Fábio.

Prevenção

Fábio fala sobre ação do Comitê

O secretario de Segurança Pública (SSP), João Eloy, ressaltou a importância da campanha do desarmamento e disse que é necessário atuar mais de forma preventiva, que reativa. “Temos que passar mais sensação de segurança para a sociedade, e trabalhar de forma integrada”, comenta.

Já a representante da SSP dentro do Comitê, Meire Mansuet, destaca que apesar de alguns cidadãos pensarem que estão protegidos ao manter uma arma em casa, eles podem ser vítimas do próprio armamento. Ela ressalta ainda que é necessário trabalhar a cultura da paz.

Entrega

A entrega pode ser realizada em 97 postos. A ação é anônima e para que aconteça, é preciso emitir um voucher no site, tirar as munições e embalar o armamento. A entrega é indenizada e o voluntário pode receber um valor entre R$ 150 e R$ 400 em um período de até 48h.

Carro entregue ao Comitê de Desarmamento

Número de entrega de munições aumentou

Por Monique Garcez

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais