Complexo Penitenciário é interditado por superlotação

0
Compecan está interditada (Foto: Arquivo/ Portal Infonet)

O Complexo Penitenciário Carvalho Neto (Copencan), localizado na cidade de São Cristovão, foi interditado pelo Tribunal de Justiça de Sergipe por conta da superlotação. Segundo a assessoria de comunicação da Secretária de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc), melhorias devem ser implementadas no sistema prisional do estado que até lá não poderá receber novos presos.

Conforme o assessor de comunicação da Sejuc, Marinho Tiba, a ordem judicial foi tomada como surpresa. “A decisão foi tomada na última quinta-feira, dia 22, e não foi amplamente comunicada. Por conta dela, nenhum preso poderá ser enviado para o Compecan”, revela.

“A Procuradoria Geral do Estado (PGE) está tentando resolver esta situação. Estamos também introduzindo o uso das tornozeleiras nos presos provisórios. A tornozeleira permitirá que esses presos fiquem fora do presídio, mas, em uma zona específica determinada pela Justiça. Isso desafogará o complexo”, afirma o assessor.

Ele ainda conta que, a priori, serão colocadas 400 tornozeleiras. “Muitos presos estão nessa situação. Elas ajudarão também na ressocialização dos detentos. A viabilização dos interrogatórios via videoconferência também ajudará nesse processo”, finaliza.

Decisão

A decisão do juíz da 7ª Vara Criminal, Hélio de Figueiredo Mesquita Neto, determina a interdição parcial do Copencam e veda o acolhimento de novos presos até posterior deliberação, salvo s transferências já determinadas ou autorizadas pela justiça.

Por Geilson Gomes e Raquel Almeida

A matéria foi alterada às 20h17 para acréscimo de informação.

Comentários