Comunidade do bairro Industrial protesta contra ordem de despejo

0
O protesto aconteceu na manhã de hoje e o corpo de bombeiros foi acionado para conter as chamas. (Trecho de vídeo feito pela moradora Gleiciane Ribeiro)

Moradores de uma pequena comunidade pesqueira, localizada no bairro Industrial, zona norte de Aracaju, realizaram um ato na manhã desta terça-feira, 13, para protestar contra uma ordem de despejo emitida pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

A notificação emitida pela SPU pede que a comunidade deixe a região porque a área é considerada uma zona de preservação, e aponta que os imóveis construídos às margens do rio Sergipe são irregulares. 

O prazo dado pela União para que a evasão aconteça é de 10 dias e hoje foi o sétimo dia. “Eles deram esse prazo de 10 dias para a gente assinar o documento e sair daqui da comunidade sem direito a nada e ainda ter que pagar uma multa de mais de R$ 7.000 caso a gente não saia”, declarou Gleiciane Ribeiro, moradora da comunidade há 40 anos.

Segundo a moradora, a comunidade decidiu realizar o protesto para chamar atenção das autoridades para o problema. “Não queremos causar vandalismo ao fazer o protesto. Queremos apenas chamar atenção, porque nós também temos família e filhos para sustentar. Queremos justiça. Sair daqui sem ter garantia de um novo lar nos deixa de mãos atadas”, explica.

Trecho da comunidade pesqueira que recebeu a ordem de despejo. (Trecho do vídeo feita pela moradora Gleiciane Ribeiro)

Gleiciane relata que existia um programa que retiraria a as famílias daquela área e as colocaria em novas moradias, porém elas nunca foram transferidas para esse local e não mais receberam notícias sobre o programa.

A comunidade pretende continuar com os protestos no bairro Industrial até o final do prazo de 10 dias dado pela SPU.

O Portal Infonet entrou em contato com a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) em Sergipe e a informação é de que em breve o órgão emitirá um posicionamento sobre o caso. A equipe de reportagem permanece à disposição por meio do telefone (79) 2106 8000 e do email jornalismo@infonet.com.br.

Por Isabella Vieira e Verlane Estácio

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais