Comunidade do São Conrado reclama de obras

0

Moradores dizem que a problemática ocorre há dois meses (Fotos: Portal Infonet)

Mais uma comunidade está na bronca com a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Os moradores da rua Mangabinha no bairro São Conrado e da Travessa Santa Cruz reclamam do mau serviço realizado por uma empresa terceirizada contratada pela Deso e responsável por realizar os serviços. Segundo eles, na terça-feira, 4, completou dois meses que o problema persiste e nada é feito para amenizar o sofrimento dos moradores.

Vazamento e o entupimento na rede de esgoto são algumas das problemáticas enfrentadas pelos moradores. No momento em que a reportagem da Infonet esteve no local, um carro da Deso passou pelo local e funcionários informaram que estavam procurando o problema, mas até a hora em que a reportagem foi embora, ninguém da companhia havia parado para conversar com os moradores.

Por conta dos transtornos causados, a população não sabe mais a quem recorrer. “A camel teve aqui no ano passado fazendo um serviço mal feito, eles colocaram um cano menor na tubulação e agora a rede de esgoto é entupida e a água fica empossada na rua. Há dois meses sofremos com esse problema”, reclama Edjan Cruz.

Segundo os moradores, o péssimo serviço pode ser visto na travessa Santa Cruz

Geilza Pastora, moradora do bairro, diz que o serviço foi mal feito. “Isso aqui já tem tempos e não vieram resolver nada. As casas estão cheia de muriçoca. Ninguém pode comer direito porque o fedor é terrível. A rede geral está entupida e a obra foi mal feita”, afirma.

Problema que se repete

Na noite da última segunda-feira, dia 3, a equipe do Portal Infonet noticiou a reclamação dos moradores do loteamento Imperial quanto aos constantes vazamentos de água e problemas na rede de esgoto da localidade.

Segundo a população, a fossa entupida na rua Severo José dos Santos, conjunto Santa Tereza e o vazamento em uma rede de esgoto situada na Rua 1, no loteamento Imperial, vem causando prejuízos à população.

Deso

Edjan Cruz diz que a Camelo fez um serviço mal feito

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Deso que ficou de encaminhar uma nota a reportagem, mas até o momento da publicação nada foi encaminhado. A Infonet permanece a disposição por meio do jornalismo@infonet.com.br ou (079) 21068000.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais