Conferência discutirá destino dos resíduos sólidos

0
Comissão organizadora do evento foi apresentada pela Semarh (Foto: Alfredo Moreira)

Representantes de 18 instituições governamentais e 15 da sociedade civil, incluindo o Sebrae, serão os responsáveis pela organização da IV Conferência Estadual do Meio Ambiente. O evento, que será realizado no dia 03 de setembro, no Centro de Convenções de Sergipe, buscará contribuir para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, com foco na produção e consumo sustentáveis, redução dos impactos ambientais e geração de emprego e renda.

A apresentação da comissão organizadora estadual e a definição de suas funções foram realizadas durante reunião realizada nesta segunda-feira, no auditório da Semarh (Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos). Além de oferecer apoio logístico para a realização do evento, os representantes terão a função de mobilizar empresas e pessoas para participar dos encontros e ampliar as discussões sobre o tema da conferência.

“ É importante que a população sergipana discuta de forma participativa a questão dos resíduos sólidos, pois esse é um tema que interessa a todos. Queremos discutir e colocar em prática o que as políticas públicas relacionadas a esses resíduos estão propondo”, explica a superintendente de Qualidade Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Educação da Semarh, Maria de Fátima Maynard.

Segundo um levantamento feito pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), mais da metade dos municípios do Brasil ainda possuem lixões. Dos 5.564 municípios brasileiros, somente 766 fazem coleta seletiva do lixo. Um outro estudo feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que apenas 27% das cidades brasileiras possuem aterro sanitário.

Ainda de acordo com o IBGE, das 189 mil toneladas de resíduos produzidos diariamente no país, somente 1,4% é formalmente reciclado. Caso os resíduos fossem reciclados e/ou aproveitados, R$ 8 bilhões seriam adicionados à economia brasileira.
Etapas

Antes do evento estadual, serão promovidas conferências regionais nas sedes dos quatro consórcios públicos de saneamento ambiental sergipano: Itabaiana, Boquim, Propriá e Laranjeiras. Os encontros serão realizados nos meses de julho e agosto. Além disso, algumas cidades do interior também ampliarão o debate por meio da realização de conferências municipais.

“ Todos nós somos responsáveis pela destinação dos resíduos sólidos. Já estamos estimulando essa discussão junto às micro e pequenas empresas que acompanhamos e pretendemos levar essa experiência para os encontros”, destaca o gerente da Unidade de Articulação Institucional do Sebrae, Edílson Nascimento.

Todas as ideias e sugestões apresentadas durante a fase estadual serão levadas à IV Conferência Nacional do Meio Ambiente, que será promovida em outubro, na cidade de Brasília (DF).

Fonte: Sebrae

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais