Veja dicas para apimentar a relação e sair da rotina na hora do sexo

0

É comum depois de algum tempo de relacionamento o sexo ir esfriando e a relação entre quatro paredes cair na rotina. Para continuar com a chama do prazer sempre intensa, muitos casais têm recorrido à brinquedos eróticos que são comercializados em sexshops. O objetivo é buscar novos métodos para surpreender o parceiro ou parceira na ‘hora H’ e, com isso, esquentar o clima e sair da mesmice.

A vendedora Adriana Oliveira orienta como usar os brinquedos e itens sexuais encontrados no sexshop (Foto: Portal Infonet)

Segundo Adriana Oliveira, vendedora de um sexshop no centro da capital, o público feminino forma a grande maioria na procura por artigos eróticos. “As mulheres sempre estão mais dispostas a apimentar a relação e sair da rotina em comparação com os homens”, conta. A vendedora afirma que há muito tempo as mulheres deixaram a vergonha de lado e passaram a querer experimentar coisas novas para realizar suas fantasias. “Antigamente, as mulheres ficavam mais envergonhadas. Hoje em dia, elas estão mais seguras em relação aquilo que deseja para sentir mais prazer”, destaca.

Adriana explica que há uma grande variedade de brinquedos que estimulam o prazer em todos os níveis sexuais. “Vai depender do desejo da mulher e do que ela quer durante o sexo. Além desses artigos eróticos, as mulheres usam cosméticos que prolongam o prazer no sexo oral, vaginal e também anal”, detalha. Veja alguns itens mais procurados:

Brinquedos eróticos

A vendedora destaca que os artigos eróticos têm cada vez mais despertado o interesse das mulheres, em especial os populares vibradores e bullets. Adriana diz que esses brinquedos estimulam a região vaginal e novas possibilidades de sentir prazer. “Os vibradores pulsam e massageiam a vagina. Os bullets podem ser usados durante o sexo. Ele é um vibrador com fio. Ou seja, o parceiro pode ir conduzindo o aparelho conforme a parceira por sentindo prazer”, destaca.

Em relação aos vibradores, ela revela que muitos fabricantes têm investido cada vez mais na descrição. “As mulheres podem levar tranquilamente na bolsa. Tem alguns vibradores que são em formato de batom, por exemplo”, afirma.

Gel e lubrificantes

Adriana conta que a procura por gel e lubrificante os tornam campeões em vendas. O uso desses artifícios, segundo ela, atrai as clientes pelas inúmeras facilidades em relação ao uso. “Nós temos até um redutor do canal vaginal, que oferece um prazer ainda maior durante ato sexual”, destaca. Além desse redutor, ela destaca a comercialização de um lubrificante com anestesia para sexo anal. “Ele elimina a dor durante a penetração através de uma lubrificação potente, além de hidratar e cicatrizar”, detalha.

Outro campeão de vendas é o ‘plug anal’. Segundo a vendedora, ele ajuda na dilatação do ânus para uma futura prática anal. “Ele é ideal para mulheres que querem ter o prazer anal, mas ainda se sentem inseguras quanto a prática. O ‘plug’ ajuda a dilatar a região e, com isso, diminui as dores”, reitera.

Perfumes e desodorantes

A vendedora explica que nos últimos anos houve um aumento na variedade de produtos destinados à região íntima feminina. Ela destaca os perfumes e desodorantes que deixam a mulher mais confortável durante o sexo. “Há essências que estimulam uma sensibilidade ainda maior da vagina. Tem também muitos perfumes que foram feitos exclusivamente para a vagina. Eles até ajudam a prolongar a sensação de prazer”, destaca.

Calcinha comestível

Adriana destaca que as calcinhas comestíveis também figuram entre a lista de artigos mais vendidos, por se um dos produtos mais baratos – cada uma gira em torno de R$ 19,99. “As mulheres adoram. A calcinha comestível deve ser colocada somente na hora do ato sexual. Há também adesivos que são comestíveis e podem ser usados em outras partes do corpo, como nos seios”, destaca.

Fantasias sexuais

A sessão de fantasias do sexshop também faz muito sucesso. A vendedora conta que muitas mulheres compram não somente para realizar alguma fantasia sexual do parceiro, mas também para se sentiram mais “poderosas” e “provocantes”. “Elas adoram um jogo de sedução. E a fantasia busca justamente isso: seduzir ainda mais”. Adriana explica que há muitas categorias de fantasias, mas as roupas de enfermeira, espanhola e salva-vidas lideram a procura. “A depender do modelo, uma fantasia pode custar a partir de R$ 49,99. Tem outras fantasias que possuem um grande espartilho preto e também possuem alta procura. O importante é a mulher se sentir feliz e realizada”, destaca.

por João Paulo Schneider 

Comentários