Confira o que abre e fecha no feriado de Corpus

0

O feriado será celebrado nesta quinta-feira, 19 (Foto: divulgação)

Nesta quinta-feira, 19, o feriado de Corpus Christi irá alterar o horário de funcionamento de alguns estabelecimentos e dos órgãos estaduais e municipais. Confira o que abre e fecha em Aracaju.

Shopping Jardins

No feriado de Corpus Christi, as lojas do shopping estarão fechadas. Os restaurantes, praças de alimentação e Sweet Play funcionam das 12 às 22h. O Cinemark e o G.Barbosa seguem os horários de programação de suas respectivas redes.

Shopping Rio Mar

No dia 19, feriado de Corpus Christi, as lojas vão estar fechadas. Nesta data, as operações de alimentação e lazer funcionam das 12 às 22 horas. O Cinemark opera de acordo com a programação estabelecida pela rede.

Shopping Prêmio

Nesta quinta-feira (19), feriado de Corpus Christi, o Shopping Prêmio funcionará normalmente, das 10h às 22h.

Gbarbosa

As lojas da rede GBarbosa estarão fechadas no feriado do dia 19 de junho.

Rede do Bompreço

O supermercado Bompreço vai estar fechado no feriado de Corpus Christi e São João.

Extra

O Supermercado Extra não abrirá as portas no feriado do dia 19 de junho.

Comércio

Conforme a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o centro comercial de Aracaju estará fechado no dia 19 de junho.

Bancos

Nos dias 19 e 24 de junho as agências bancárias estarão fechadas.

Mercados Centrais

Os Mercados Centrais funcionam até o meio-dia e os setoriais (de bairro) não abrem. As feiras livres acontecem normalmente.

Museus

O Museu Histórico de Sergipe, Museu Afro-brasileiro, Museu de Arte Sacra e Palácio-Museu Olímpio Campos estarão fechados. Já o Museu da Gente Sergipana funcionará das 10h às 16h.

Hemose

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) informa que irá funcionar das 8h às 12h.

UFS

A UFS não funcionará nesta quinta-feira, 19. Também não haverá expediente no dia 20 de junho, sexta-feira posterior ao feriado de Corpus Christi. O reitor Angelo Antoniolli assinou a portaria nº 1278, no dia 6 deste mês, determinando o ponto facultativo e estabelecendo que a Prefeitura do Campus (Prefcamp) e o Hospital Universitário (HU) elaborem escalas especiais, a fim de garantir a manutenção do funcionamento dos serviços essenciais.

Comentários