Consumidores devem ficar atentos à validade de garrafões

0

Consumidores devem ficar atentos a validade dos garrafões
Os consumidores de água mineral devem ficar atentos às novas regras para utilização do produto. A partir do dia 30 de novembro os distribuidores não podem repassar as embalagens referentes ao ano de 2004. Em audiência realizada na manhã desta terça-feira, 27, a promotora de defesa do consumidor, Euza Missano, deixou claro que os consumidores podem procurar os órgãos de defesa.

“A nossa preocupação é com o consumidor e pedimos que todos observem a validade dos vasilhames no fundo do garrafão e que não aceitem nenhum produto com data de 2004 e anos decrescentes”, disse a promotora ressaltando ainda que nenhum consumidor poderá sofrer prejuízos no momento da substituição do vasilhame.

A promotora diz que os consumidores não podem ser prejudicados
“Não deve existir recusa do recebimento do produto circulante em validade. As vigilâncias sanitárias do Estado e Município passarão a promover a fiscalização necessária para o cumprimento da portaria nas unidades distribuidoras e de envase e reenvase”, esclarece Euza Missano.

Um dos distribuidores presentes a audiência admitiu que o valor da água vai aumentar. Segundo Breno Melo Martins, o aumento para o consumidor pode chegar a 10%. “Estamos calculando que com esse aumento gerado na troca do garrafão os consumidores passem a pagar cerca de R$6,00 pela água mineral. Os distribuidores vão sofrer um prejuízo crescente”, afirma Breno.

O Vereador Nitinho vai pedir um estudo técnico sobre a validade dos garrafões
O Vereador Nitinho disse que vai pedir ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) um estudo que justifique a troca do vasilhame a cada três anos. “Vamos pedir ao DNPM um estudo técnico que justifique essa substituição a cada três anos, se antes era de 10 anos. Essa validade vai aumentar o preço para o consumidor”, fala o Vereador.

 

 

Por Kátia Susanna

Comentários