Convulsão pode ter provocado afogamento em cisterna

0
Acidente ocorreu no povoado Candeias, em Moita Bonita (Foto ilustrativa: arquivo Portal Infonet)

A mulher de 40 anos, que morreu afogada em uma cisterna, sofreu um ataque epilético, de acordo com relatos prestados pela família. Segundo os parentes, a vítima teria ido até o local recolher água, mas sofreu a convulsão, antes do afogamento, e acabou caindo. O acidente ocorreu no povoado Candeias, em Moita Bonita, nesse último domingo, 10.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência, mas quando chegou ao local, Maria Gilda dos Santos já havia sido retirada do poço. O Instituto Médico Legal recolheu o corpo da vítima por volta das 15h e apura a causa da morte.

Por Jéssica França

Comentários