Correios: funcionários entram em greve

0

Funcionários dos Correios estiveram reunidos em frente a empresa
Os funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos de Sergipe decidiram em assembléia realizada na noite da última terça-feira, 15, decretar greve por tempo indeterminado. Na pauta das reivindicações a manutenção da empresa pública com o fim da especulação sobre a privatização, a contratação de mais profissionais, o plano de cargos e salários e mais agilidade nos serviços.

Segundo o presidente do sindicato, Sérgio Lima, a empresa não apresentou nenhuma proposta favorável. “Infelizmente até o momento a empresa não apresentou uma proposta compatível com a categoria. Nas negociações foi oferecido apenas R$30 de aumento para cada trabalhador. Essa greve é  nacional, todos os Estados aderiram, a única exceção

Sérgio Lima, presidente do Sindicato
foi o Rio Grande do Norte”, destaca.

Durante a manifestação da categoria realizada em frente ao prédio dos Correios Central, na Rua do Acre, a Polícia Militar esteve no local. “A nossa greve é pacífica, a PM esteve aqui, mas apesar de respeitar a todos sabemos que somos funcionários federais e a polícia não tem competência para combater o nosso movimento”, afirma o sindicalista.








Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais