Costa do Sol: chuva deixa muitos prejuízos

0

Ruas já estão vazias. Equipes da PMA limpam o local
A água já escoou, mas os prejuízos para as famílias que residem no Conjunto Costa do Sol ainda estão sendo contabilizados. Depois de ficarem por mais de uma semana convivendo com a inundação das ruas, os moradores tentam voltar à normalidade. Na manhã desta segunda-feira, 25, equipes da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) estavam no local realizando a limpeza da área.

A administradora de empresas Tânia Galvão adquiriu um imóvel no conjunto recentemente. Ainda em reforma, a casa foi invadida pela água durante a semana passada. “Perdemos vários sacos de cimento, de argamassa, além das portas, que ficaram

Garagem ainda está tomada pela lama
prejudicadas”, informa. Na parte interna da residência, algumas paredes estão mofadas e o chão tomado pela lama. Na garagem e na varanda, muita sujeira e água parada, em decorrência da caixa de esgoto, que não suportou o nível da água.

De acordo com Tânia Galvão, a água subiu 30 cm em relação ao piso, atrasando a reforma da casa. “Com isso, a entrega vai ser atrasada e terei que continuar pagando aluguel em outro local”, reclama. Entretanto, ela reconhece que a situação é pior, para os moradores, que tiveram que convivem com a água dentro de casa, durante toda a semana. “Eu ainda não moro aqui. Meu prejuízo foi menor, mas para quem estava dentro das casas,

Paredes ficaram mofadas
a situação foi bem pior, já que houve perda de muitos móveis”, explica.

“Moro aqui há 20 anos e isso nunca aconteceu”

O estudante de Direito Carlos Menezes reside no conjunto há 20 anos e diz que é a primeira vez que as ruas são inundadas pela água. “A área é baixa, mas isto nunca tinha acontecido. Chovia, enchia, mas depois de seis ou oito horas, a água ia embora”, informa. Para o estudante, a causa do problema está na falta de áreas para escoamento das águas. “Lá na área de Expansão e na Aruana, muitas lagoas estão sendo aterradas para dar espaço para novas construções. Como a água perde

Carlos: “culpa é do descuido com o meio ambiente”
seu lugar, ela precisa correr para outras áreas. E o Costa do Sol acabou prejudicado”, explica.

Mais prejuízos

“O carro não está funcionando. Meus dois filhos ficaram sem ir para a escola por uma semana e eu fiquei o tempo todo dentro de casa”. Foi esta a realidade da dona de casa Silvânia Souza Santos. Ela mora no conjunto há dois anos e embora tenha ficado “presa” dentro da própria residência, a água não adentrou a casa. “Graças a Deus a água não entrou. Chegou até a calçada. Mas estamos temerosos que o problema se repita”, afirma.

Por Valter Lima

Comentários