Covid-19: veja como ajudar instituições a manter os serviços básicos

0
Covid-19: veja como ajudar instituições a manter os serviços básicos (Foto: Asilo Rio Branco)

Sob o efeito de quase três meses da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) algumas instituições da capital, como asilos e abrigos, estão com dificuldades para manter os serviços básicos. Os produtos que eles mais necessitam neste momento são de higiene pessoal, limpeza doméstica, além de alimentos e vestimentas. Contribuições financeiras também são opções interessantes de auxílios para aquelas pessoas que têm disponibilidade de fazer uma doação em dinheiro. O Portal Infonet elaborou uma lista com alguns locais que precisam das mais diversas formas de ajuda e contribuição. Veja abaixo:

Asilo Rio Branco

O Asilo Rio Branco possui 54 idosos entre homens e mulheres, os quais são mantidos através de doações, associados e contribuições diversas. As doações podem ser levadas para sede do Asilo, que fica na Av. Hermes Fontes, s/n – Grageru. Outras informações podem ser conseguidas através do número (79) 3217-6124. Além disso, o Asilo Rio Branco também necessita sempre de doações em dinheiro para arcar com os salários de seus colaboradores e despesas básicas, como: água, luz, gás, telefone e impostos.

Banese
Agência: 015
Tipo: 03
C/C: 100757-9

Same (Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição)

As doações podem ser entregues na sede do Same, que está localizado na Rua Dr. Thales Ferraz, 261 – bairro Industrial. Informações complementares através do telefone  (79) 3215-5120. Segundo a entidade, além dos produtos de higiene pessoal, também há uma grande demanda por produtos de limpeza, como água sanitária, sabão em barra, álcool 70%, detergente e afins. O Same também recebe doações bancárias.

Banco do Brasil:
Agência: 1224-6
C/C: 4786-4

Banese:
Agência: 028
C/C: 03/100198-0

Caixa Econômica Federal:
Agência: 2382
C/C: 003.232-0

Cufa/SE (Central Única das Favelas)

Segundo o Instituto Rahamim, a Cufa busca auxílio da população para ajudar moradores de bairros carentes da capital, como o Santa Maria e o 17 de Março. As doações de alimentos ou roupas podem ser realizadas na sede da Cufa, localizada na Rua Castro Alves, 401, Bairro Ponto Novo, em Aracaju – (79) 99680-5793, ou ainda, na própria sede do Instituto Rahamim, parceiro da Cufa, que está localizado Rua 32, n°122, Conjunto Padre Pedro, Bairro Santa Maria, na capital – (79) 98104 5284.

CPtran (Companhia de Policiamento de Tráfego)

A CPtran iniciou uma campanha com o objetivo de arrecadar alimentos não perecíveis para abrigos e instruções de Aracaju. As doações podem ser encaminhadas a sede da CPtran, que fica na Avenida Tancredo Neves, anexo ao posto do Detran. O órgão de policiamento destacou ainda que agenntes da companhia estão se disponibilizando a recolher as doações. Para isso, é só entrar em contato através do número (79) 98816-6172 e agendar a entrega.

Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos)

A Avosos presta assistência atualmente para 404 crianças e adolescentes com câncer. Neste período de pandemia, a instituição reforça os pedidos de ajuda para conseguir manter a assistência ofertada. Segundo a Assessoria de Comunicação, a Avosos não está recebendo cestas básicas para evitar aglomerações na sede da instituição. “Estamos mantendo o apoio às crianças e adolescentes com câncer, prioritariamente aquelas que se encontram em tratamento no Huse”, destaca. Dessa maneira, o único meio para se ajudar é através de contribuições bancárias.

Doações

Banco do Brasil
Agência: 1224-6
C/C: 4588-8

Agência: 1224-6
C/C: 160.115-6

Banese
Agência: 029
C/C: 100489-8
Tipo: 03

Agência: 029
C/C: 101.737-0
Tipo: 03

Caixa Econômica Federal
Agência: 2382
C/C: 175-7
Tipo: 03

Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GAAC)

Segundo a instituição, o GAAC já registrou uma queda de 45% nas doações. Diante disso, eles esclarecem que mesmo com a interrupção de alguns serviços diante da pandemia do Covid-19, o GAAC mantém suas atividades de assistência às crianças com câncer. “Precisos muito do apoio da população. Até o momento o que arrecademos não é suficiente para o pagamento dos funcionários e despeças básicas”, lamenta a instituição. Contribuições financeiras podem ser feitas através dos seguintes canais bancários:

Banco do Brasil
Agência: 1224-6
C/C: 107258-7

Banco do Banese
Agência: 054
Tipo: 03
C/C: 100.308-6

Caixa Econômica Federal
Agência: 2186
C/C: 3353-0

Associação Defensora dos Animais São Francisco de Assis (Adasfa)

A Adasfa foi criada há 21 anos com o intuito de cuidar de animais vitimas do abandono e maus-tratos. E neste momento difícil também pede ajuda para manter os serviços básicos, como materiais de limpeza para o abrigo, produtos para banho dos animais, além de rações. Atualmente a entidade acolhe mais de 700 animais.

Dados bancários para doações

Caixa Econômica Federal
Agência: 0654 – Op/013
Conta Poupança: 135-8

Astra

A Associação de Travestis e Transgêneros de Aracaju (Astra) lançou uma campanha para ajudar a comunidade ‘LGBT’ em Sergipe. O intuito é arrecadar alimentos e materiais de higiene. As doações podem ser agendadas através do número (79) 99946-9609 via whatsApp ou pelo e-mail astraglbt@gmail.com.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais