CPTran passa a exigir colete refletivo dia 1º de abril

0

Itens são indipensáveis (Fotos: Arquivo Infonet)

A partir do dia 1º de abril, a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) passará a exigir dos mototaxistas e motofretistas do estado de Sergipe o uso dos equipamentos de segurança determinado pela resolução nº 356/2010 do Conselho Nacional do Trânsito (Contran).

Com a nova determinação, será obrigatória a utilização de colete na cor amarelo-esverdeado fluorescente. Quem for flagrado infringindo a lei poderá ser penalizado com multa no valor de R$ 191,54 e receber sete pontos na CNH, suspensão do direito de dirigir.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Irinaldo Oliveira, o aumento da adaptação foi requerido pelo próprio sindicato. “Desde que começou a fiscalização, nós encaminhamos um oficio ao capitão Machado pedindo um tempo maior de adaptação por conta da falta de colete no mercado e foi aceito pelo capitão. Hoje no mercado já se tem locais de vendas desses equipamentos e já estamos sendo procurado por trabalhadores em busca de mais informações sobre as exigências”, conta.

Para o curso de capacitação e mudança de categoria, a fiscalização será cobrada somente a partir de 1º de julho.

Capitão Fábio Machado: "Muita gente já está usando o colete

Segundo o capitão Fábio Machado da CPTRan, a Companhia já vem realizando blitz educativa para orientar os mototaxistas para o uso dos equipamentos. “Desde o inicio do ano, viemos realizando blitz e a partir do dia 1º de abril, faremos fiscalizações em diversos locais como Aracaju, Barra, Socorro, Própria, Itabaiana, entre outros. Os coletes chegaram semana passada e custa em média de R$ 100 a R$ 120 reais a depender do local”, conta.

Ainda de acordo com Fábio Machado, os mototaxistas devem utilizar o colete como prioridade. “A gente observa que muita gente já está usando os coletes. Eles têm que observar que não é para proteger da queda, mas diminuir a possibilidade da queda. Com o uso do colete, o motorista de forma natural já ver e desvia deles, diminuindo assim a possibilidade deles se envolverem em acidente de trânsito”, afirma.

Quem tiver dúvidas, pode entrar em contato com o sindicato pelo 8816-8729/ 9983-9050 ou ir direto na sede situada na rua Porto da Folha, nº 1039, esquina com Permínio de Souza, na (CUT).

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais