Crime da Caixa: júri decide por absolvição de acusado

0
André foi declarado inocente de envolvimento na morte de Fernanda Santos (Foto: Gilson de Oliveira)

André da Silva Lopes, acusado de envolvimento no caso conhecido como “Crime da Caixa”, foi declarado inocente após julgamento no início da noite desta terça-feira, 19. Por 4 votos a 3, o júri absolveu André de todas as acusações, entendendo que o jovem não teve qualquer participação na ação que levou à morte de Fernanda Andrade Santos, 16. A sentença foi apresentada pelo juiz Marcelo Cerveira Gurgel.

O julgamento iniciou-se às 9h no fórum Graccho Cardoso, município de Itabaiana. “O julgamento transcorreu com tranqüilidade, e não houve demora para que o júri chegasse à decisão. No interrogatório, o acusado disse que atuou como acompanhante durante o ato, e que não teve participação direta no crime. A mãe do réu se emocionou bastante durante a leitura da sentença”, descreve Marcelo Gurgel.

Para José Ronaldo Santos, pai de Fernanda, o resultado foi motivo de surpresa entre a família da vítima. “Ficamos chocados. É a prova de que a justiça quer fazer a coisa certa, mas nem sempre é possível. O delegado e a promotoria se empenharam, mas o júri preferiu absolver. Para mim é claro que tanto o acusado quanto a menor que estava com ele são criminosos e mataram minha filha”, declara.

José Ronaldo questiona ainda a sentença fixada para a adolescente de 15 anos que teria participado do crime. “Ela deveria ter sido julgada de igual para igual, mas no Brasil a justiça protege menor mesmo que ele seja culpado”, diz. Após julgamento, a adolescente cumpre medidas socioeducativas. “Só queria deixar uma pergunta para os jurados: será que vocês não tem filhos?”, conclui o pai de Fernanda.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais