Crime passional: delegado encerra inquérito

0

Delegado encerra inquérito Foto: Arquivo Portal Infonet
Após 12 dias da tentativa de homicídio que chocou os moradores do bairro Cidade Nova, zona norte da capital, o delegado da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), André Gouveia, encerrou o caso e concluiu que foi uma tentativa de homicídio seguida de suicídio.

André Gouveia esclareceu ainda que ouviu todas as testemunhas e que a arma encontrada na semana passada foi reconhecida como sendo a utilizada no crime. O delegado disse que a arma era de próprio Irajá, mas que não possuía registro.

Crime

A tentativa de homicídio aconteceu na última quarta-feira, 10, no bairro Cidade Nova, localizado na zona norte da capital sergipana. De acordo com parentes da vítima, identificada como Aline de Jesus, de 25 anos, quando o namorado identificado como Irajá Rodrigues, de 26 anos, atirou na cabeça dela e depois cometeu suicídio com um tiro.

O irmão de Aline contou que estava em casa por volta das 13h quando Irajá chegou e pediu para falar com ela. Os dois foram para o quarto e minutos após, o irmão ouviu os gritos de socorro da jovem. “Quando tentei tirar minha irmã do quarto ele estava com uma arma e apontou para mim. Não pude fazer nada porque ele iria atirar em mim. De repente só ouvi os tiros”, disse.

Por Kátia Susanna

Comentários