Dada a largada para o Fórum Internacional do Processo Criativo

0

Emocionante e surpreendente. Foi assim a abertura oficial do VIII Fórum Internacional de Processo Criativo que aconteceu na noite de ontem, 18, no Teatro Tobias Barreto.  O evento, que tem como objetivo principal mostrar às pessoas que a criatividade deve estar presente em todos os momentos da vida e, com ele, resolver os problemas e alcançar objetivos, reuniu mais de 500 pessoas.

 

Com o tema ‘Eu, chave do futuro: integrando organizações e sociedade’, o fórum teve uma grande interação entre palestrantes e público, com a participação de todos nas dinâmicas. Hoje e amanhã, o evento dá continuidade no anfiteatro do Hotel Parque dos Coqueiros. Das 7h às 17h, os presentes irão participar de palestras, grupos de debates, dinâmicas, atividades físicas como Tai Chi Chuan e eventos surpresas.

 

Fernando Viana: “Conhecimento de criatividade e informação”.
“Nesse fórum disseminamos conhecimento de criatividade e informação. Nele, ensinamos que criatividade não acontece somente em quem escreve e fala bem, mas você pode desenvolver em todas as áreas de sua vida”, explica Fernando Viana, o presidente da Fundação Brasil Criativo, realizador do evento.

 

De acordo com o presidente, o fórum foi ‘enxugado’ nos últimos dois anos para que o público não se dispersasse. “Chegamos a ter a presença de 1100 pessoas e a cada ano o número de procura aumentava, mas não estávamos conseguindo alvançar nossas metas então diminuímos para 600 vagas”, diz.

 

Fernando Viana, que também foi palestrante, comenta que o fórum não atende um público específico e que pessoas de todas as áreas podem fazer parte e também serão beneficiadas com os novos conhecimentos. “Os que mais nos procuram estão na área de empresas, até porque a gestão empresarial está modificando a visão de trabalho. Muitos executivos aderiram. As pessoas que freqüentam o fórum saem com seu objetivo mapeado e com alternativas para alcançá-los”, diz.

 

Palestrantes entram em cena brincando com os presentes
Na noite de abertura, seis palestrantes apresentaram as etapas de uma metodologia para encontrar seu objetivo. Sempre seguindo uma ordem: objetivo – fatos – problema – solução – idéia principal – plano de ação.

 

O palestrante José Augusto Parreira de Oliveira explicou que através de divergências e convergências geram-se muitas idéias para resolver seu problema e a pessoas pode escolher a melhor.

“O objetivo é obter resultados criativos para resolver e melhorar todos os pontos de sua vida. A criatividade é o grande diferencial para emprego. A pessoa que tiver já sai na frente dos outros”, diz. 
De acordo com ele, mudanças de atitudes como adiar o julgamento. “Nossa capacidade é bem maior do que pensamos que é”, conta.

 

Mitsu Sugimoto Araújo, psicopedagoga e também palestrante, revela que talento não é nato da pessoa e que é possível apreender. “O fórum tem o intuito de mostrar que o processo criativo não é só “oba-oba” e sim um processo científico e que qualquer um pode mudar com ele”, explica.

 

Mundo Silencioso emociona o público
Mundo Silencioso 

Alunos que fazem parte do Projeto Mundo Silencioso abriram o Fórum interpretando o Hino Nacional e uma música com linguagem de sinais. O espetáculo emocionou os presentes, que logo em seguida assistiram a um vídeo com imagens do povo e lugares brasileiros, personalidades e natureza.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais