Decapitado: Testemunhas depõem no DHPP

0

Investigações continuam
O assassinato de um jovem, Kévio Alves, que foi encontrado decapitado na praia José Sarney, localizada na rodovia dos náufragos, continua sendo investigado por policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Na tarde desta terça-feira, 22, o delegado Flávio Albuquerque ouviu uma testemunha sobre o caso. Apesar de não entrar em detalhes sobre o depoimento prestado o delegado esclareceu que as investigações estão avançando e que é possível chegar a autoria do homicídio.

Albuquerque disse ainda que o crime pode ter relação com o tráfico de drogas, visto que a vítima tinha envolvimento, ou mesmo com a briga entre torcidas rivais. O delegado também salientou que a vítima estava recebendo ameaças e que todas as informações que estão sendo colhidas serão checadas. “A vítima era envolvida com o tráfico de drogas e tinha inimigos, mas escondeu essa informação da propria família”, diz o delegado.

Crime

No dia 17 o corpo de um homem foi encontrado decapitado na praia José Sarney, localizada na Zona de Expansão da capital sergipana. A cena do crime chocou até mesmo policiais experientes do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que passam a investigar o caso. Populares que passavam pelo local lamentaram a violência.

Por Kátia Susanna

Comentários