Déda comenta sistema de monitoramento da 13 de Julho

0

(Foto: Márcio Dantas)
Sobre o falta de funcionamento do sistema de monitoramento na região comercial do bairro 13 de Julho, em Aracaju, o governador Marcelo Déda negou que exista uma disputa interna entre a antiga e atual gestão da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e alegou que as câmeras ainda não estão funcionando por mera questão operacional.

“Quando o projeto foi feito se previu a instalação de uma antena em um prédio do bairro 13 de Julho, mas acontece que os condomínios procurados para sediar a antena não aceitaram e o Estado não pode violentamente impor que eles acatem o pedido. Continuamos em busca de um prédio adequado que permita o envio de imagens das câmeras pro centro de operações”, explicou.

Quando a imprensa teve conhecimento de que o sistema de monitoramento ao longo da avenida Francisco Porto, no bairro 13 de Julho, que abriga diversas lojas e agências bancárias, não funcionava, um membro do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) declarou que o erro havia sido da gestão anterior da Secretaria de Segurança Pública (SSP), comandada por Kércio Pinto.

Investimentos em segurança

Aproveitando o gancho, o governador Déda comentou que vê com tristeza a onda de violência que a população de Salvador vem sendo submetida nas últimas semanas, mas procurou acalmar a população sergipana dizendo que a polícia do Estado vem desmontando muitas quadrilhas e agindo com muita competência na esfera da segurança pública.

“Hoje podemos dizer que Sergipe é o estado do Nordeste que mais investe em Segurança Pública por habitante. Sei que violência é algo que não se acaba, afinal um policial não pode prever o local e a hora que haverá uma ocorrência, mas ataques deste tipo aqui não ocorrerão”, tranqüiliza o governador.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais