Déda denuncia altos salários na diretoria do Sergipe Tec

0

O governador Marcelo Déda denunciou os altos salários dos membros da diretoria do Parque Tecnológico de Sergipe (SergipeTec) durante coletiva na manhã de hoje, 5. Ele anunciou que o próximo presidente do parque, José Teófilo, receberá R$9 mil, valor correspondente aos presidentes das autarquias do Estado.

Pretendendo continuar com o projeto do parque tecnológico, Déda solicitou informações sobre o mesmo. E além de sua equipe descobrir que o parque é uma organização social e não um órgão público, descobriram que sua única fonte de renda são os recursos do Governo do Estado de Sergipe.

Porém, a maior surpresa foi saber dos altos salários da diretoria de um órgão que não está rendendo lucros. “Mas qual não foi a nossa surpresa quando descobrimos que o salário do presidente do Sergipe Tec era a bagatela de R$21mil reais por mês mais R$1500 de ajuda-moradia. Isto era o que estava previsto para remunerar o atual deputado Alcenir Guerra que foi o primeiro presidente do parque. Além disso, três diretores recebiam R$18 mil cada, totalizando de salário mensal somente para a diretoria aproximadamente R$66 mil, sem somar os encargos, pois todos são contratados pela CLT”, ressalta.

Informando que pretende manter o projeto, Déda determinou que todos os salários sejam rebaixados para a mesma situação dos diretores e presidentes das autarquias,  R$7mil e 9mil, respectivamente. “Sei que existem grande talentos e executivos, mas este são os salários para a realidade local. Se o Sergipe Tec estivesse funcionando e gerando receitas eu até admitiria um alto salário executivo, mas não é esta a realidade”, diz..

Déda informou que conseguiu junto a bancada de Sergipe a manutenção de recursos para o parque. E com o seu secretário de Estado  Jorge Santana conseguiram a liberação  de R$4.900 milhões junto ao Ministro da Ciência e Tecnologia.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais