Defesa Civil condena terminal pesqueiro e orienta saída

0
Terminal Pesqueiro deverá encerrar suas atividades (Foto: Arquivo Infonet)

Após vistoria, a Defesa Civil Municipal constatou que o terminal pesqueiro de Aracaju está com sua estrutura comprometida e solicita a retirada imediata dos trabalhadores do local. Segundo laudo elaborado pelo órgão, a fundação que sustenta o prédio apresenta desgaste, por conta da ação das águas.

De acordo com o Coronel Reginaldo Moura, o relatório foi encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) para que o MPF comunique aos órgãos responsáveis sobre a periculosidade que o local representa.

“Realizamos a vistoria e no último dia 10 de fevereiro encaminhamos o documento ao MPF. Após a vistoria, contatamos que o terminal apresenta risco às pessoas que trabalham com freqüência no local. A estrutura está bastante comprometida, com problemas na fundação, desgaste na parte que sustenta o prédio”. Confirma Moura.

Segundo ele, o desgaste é visível e a retirada dos trabalhadores deve ser imediata. “A gente orientou a retirada daquelas pessoas por motivo de segurança, porque sabemos que o desgaste pode aumentar as rachaduras e desabamento de parte ou total da estrutura”, avalia.

MPF

Coronel Reginaldo Moura

O Ministério Público Federal informa que é mediadora na questão envolvendo o terminal pesqueiro. Explica também que os laudos foram encaminhados aos órgãos envolvidos no caso, como Superintendência do Patrimônio da União no Estado de Sergipe (SPU/SE), Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura de Sergipe, Secretaria de Agricultura de Sergipe, Vigilância Sanitária Municipal e Anvisa, Corpo de Bombeiros e Emurb , Emsurb, dentre outros.

Seagri

O secretário da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (SEAGRI) Francisco Dantas, informou que já tem conhecimento do problema e garantiu que os tabeladores serão transferidos para um galpão no mesmo local.  “Nós estamos acompanhando o problema, mas o terminal pesqueiro é de responsabilidade do ministério da pesca, que pleiteou a interdição. A secretaria está disponibilizando um galpão para receber provisoriamente o pessoal que trabalha no local. Lá será reconstruído um novo terminal. O recurso é do Ministério da Pesca, mas a Seagri vai realizar a obra. Vamos precisar que aquelas pessoas saiam do local. Pois o galpão está sendo concluído para recebê-los”, garante.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais