Defesa Civil descarta possibilidade de tsunami em Aracaju

0
(Foto: Reprodução Instagram Defesa Civil de Aracaju)

A Defesa Civil de Aracaju esclareceu na tarde desta quinta-feira, 16, que não há possibilidade de ocorrência de tsunami no litoral nordestino, inclusive, em Aracaju, em virtude da mudança de categoria de risco do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na costa do continente africano.

O assunto viralizou nas redes sociais após autoridades espanholas elevarem para o nível amarelo o alerta de erupção do vulcão, o que supostamente provocaria um tsunami capaz de atingir as Américas, com maior impacto no Norte e Nordeste do Brasil.

Em nota, a Defesa Civil explicou que o vulcão passou da categoria verde (1) para amarela (2) e que, no momento, ainda não apresenta risco de erupção iminente. Ainda segundo o órgão, a classificação de risco prevê também as categorias laranja (terceira) e vermelha (quarta). A Defesa Civil esclareceu ainda que há possibilidade remota e longínqua de transição, mas que esta pode até vir a regredir.

O professor Dimas Pereira, doutor em relações internacionais pela PUC/SP e integrante do Programa de Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos da UNIT/SE, destaca que a possibilidade de um tsunami com efeitos no nordeste brasileiro é pequena, mas relembra a importância da implantação de políticas ambientais.

“Venho acompanhando os eventos climáticos e sabemos que a ação humana tem afetado bastante as condições climáticas de todo o mundo. Assim sendo, há uma possibilidade, porém ela pequena e inesperada, não é algo que virá acontecer agora. No momento, o que pode ser feito é o investimento em políticas de preservação ambiental e um plano de contingenciamento para algo futuro “, aconselha.

Por Luana Maria e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais