Defeso acaba, mas seguro para pescadores ainda não saiu

0

O pescador Sérgio Murillo entre os colegas
O defeso do camarão acabará na segunda-feira, 15, porém o Seguro-Defeso, previsto pelo Ministério da Pesca, só será liberado no dia 31 de janeiro. Os pescadores passaram todos os quarenta e cinco dias de pesca suspensa sem o ressarcimento pelo seu trabalho. Não é o primeiro defeso que os pescadores passam sem o dinheiro, e durante o ano ainda ocorre o do caranguejo e o da piracema.

O pescador Sérgio Murillo, que há 20 anos vive do pescado, comenta que os colegas passam por dificuldades. “Eu tento me virar, vou pescar em outras embarcações, com linha. Mas tenho muitos colegas que vejo passando dificuldades mesmo”, comentou. O pescador ressaltou que quando o seguro-defeso chegar, ele já vai pescar novamente. “Quando o dinheiro chega a gente já voltou para o trabalho”.

Manuel Rezende, do Ibama, afirma que esse ano o defeso ocorreu de forma tranqüila para o órgão, por que os pescadores já se tornaram parceiros para a preservação do pescado. “Fizemos cinco incursões, mas só detectamos uma ocorrência com uma embarcação da frota de Alagoas”, comentou.

O defeso do Caranguejo começa em janeiro, e terá três etapas: 22 a 26 de janeiro,19 a 23 de fevereiro, e 21 a 25 de março. Já o defeso da Piracema, para defender as espécies do São Francisco, está ocorrendo há quatro meses, e dura até 28 de fevereiro.


Matéria relacionada

Pescadores e marisqueiros receberão seguro-desemprego

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais