Defeso do caranguejo prossegue até sábado

0

Comércio do crustáceo está sendo fiscalizado
Até sábado, 20, está proibida a captura do caranguejo, por que está no período conhecido como defeso. Os estabelecimentos que comercializam o produto, a exemplo de bares, restaurantes e mercado municipal, estão sendo fiscalizados por equipes do Ibama desde o último final de semana, mas até agora não foi constatada nenhuma irregularidade.

Para comercializar o produto, tão apreciado na gastronomia sergipana, os comerciantes precisaram declarar o estoque antes do início do período do defeso. Quem for pego cometendo alguma infração terá os crustáceos apreendidos e receberá multa que varia de R$ 700,00 (setecentos reais) a R$ 100 mil (cem mil reais), com acréscimo de R$ 20,00 (20 reais), por quilo do produto.

Defeso 

O
defeso acontece todos os anos, nos meses que vão de janeiro a abril e tem como finalidade garantir a preservação da espécie caranguejo-uçá (Ucides cordatus), mas este ano acontecerá em três períodos duplos, o Primeiro que foi de 16 a 21 de janeiro e de 31 de janeiro a 5 de fevereiro, o Segundo, de 15 a 20 de fevereiro e de 1º a 6 de março e o terceiro período de 16 a 21 de março e de 31 de março a 5 de abril. 

Esse período é conhecido popularmente pelos pescadores como período de “andada”, e é quando os caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelos manguezais para o acasalamento e liberação dos ovos.

Comentários