Deficiências em ciclovias deixam ciclistas à mercê de veículos

0

Quem utiliza bicicleta em Aracaju como meio de transporte e precisa cruzar ciclovias como as das avenidas Heráclito Rollemberg e Tancredo Neves, sabe a quantidade de desafios que se têm pelo caminho. Piso deteriorado, obstáculos, interrupções na malha cicloviária, falta de sinalização entre tantos outros problemas. Num estudo recente do pesquisador Waldson Costa, Aracaju atinge somente a média 1.3 em ciclabilidade numa escala de 0 a 4. Nessas condições se encontram cerca de 15 mil ciclistas que diariamente circularam por Aracaju, segundo a ONG Ciclo Urbano.

Confira a reportagem completa no vídeo:

SMTT

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) se pronunciou por meio de nota. Confira na íntegra:

“A extensão da malha cicloviária de Aracaju é de aproximadamente 65km. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) está desenvolvendo um plano de revitalização e interligação das ciclovias da cidade para, posteriormente, captar recursos para sua execucão. Enquanto isso, o órgão de trânsito, em parceria com a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), está realizando paliativos nos trechos que precisam de manutenção mais urgente, como foi realizado recentemente na ciclovia da avenida Santa Gleide.”

A matéria foi editada às 10h52 da data 03/09/2018 para acréscimo da nota enviada pela SMTT 
Comentários